sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Projeto sobre brincadeiras antigas

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL NOVO HORIZONTE
2° ANO MATUTINO









RESGATE DE BRINCADEIRAS ANTIGAS

(PROJETO APRESENTADO AO CURSO TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO)







Área de conhecimento: Matemática, Língua Portuguesa, História, Geografia, Ciências, Educação Física, Artes, Ética, Educação ambiental.

Professoras responsáveis: Fabiane Lima Prado,

Leila Soccol







PRIMAVERA DO LESTE - MT

OUTUBRO/2011

JUSTIFICATIVA

Com o intuito de demonstrar aos alunos de como as crianças antigamente brincavam, de como era no tempo dos seus pais e avós, quando a tecnologia ainda não existia como existe nos dias de hoje, escolhemos o tema “brincadeiras antigas”, este que trará inúmeras formas de brincadeiras saudáveis e que desenvolve na criança a sua criatividade. De certa forma a tecnologia e também a violência restringiram as brincadeiras e faz com que as crianças fiquem horas e horas na frente do computador ou mesmo da televisão. Jogos eletrônicos estão sendo o meio mais utilizado pelas crianças e jovens, pois ficam ocupados em passar fases e vencer obstáculos, disputar corridas alucinantes, tudo isto colabora para com que a criança não saia do lugar, e assim ficam cada dia mais sedentárias.

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (BRASIL, 1998) aponta que desde muito pequenas, pela interação com o meio social no qual vivem, as crianças aprendem sobre o mundo, fazendo perguntas e procurando respostas às suas indagações e questões. Como integrantes de grupos socioculturais singulares, vivenciam experiências e interagem num contexto de conceitos, valores, idéias e representações sobre os mais diversos temas a que têm acesso na vida cotidiana, construindo um conjunto de conhecimentos sobre o mundo que as cerca.



OBJETIVO GERAL

Resgatar valores, socializar brincadeiras que eram realizadas no passado, ampliar seu círculo de brincadeiras, tornar as crianças mais solidárias e participativas, incentivar o trabalho de equipe.



OBJETIVOS ESPECÍFICOS

· Socialização;

· Lateralidade;

· Desenvolvimento de habilidades;

· Ampliação do vocabulário;

· Conhecimento e experimentações das brincadeiras de tempos passados, ou seja, tempo dos pais e avôs;

· Conhecimentos de como as crianças brincam em diferentes realidades;

· Estabelecer relações de respeito pelos mais velhos, valorizando suas experiências;

· Oferecer condições para que as crianças possam ampliar seus conhecimentos, bem como descobrir funções sociais;

· Produção de texto;

· Leitura;

· Medidas,

· Adição, subtração;

· Noções práticas de divisão e multiplicação;

· Confecção de brincadeiras;

· Formas geométricas;

· Coordenação neuromuscular;

· Diminuir a agressividade;

· Construção de regras e regulamentos para jogos;



ATIVIDADES

· Pé de lata;

· Perna de pau;

· Brincadeiras de corda, e cantigas;

· Corre cutia;

· Mestre mandou;

· Amarelinha;

· Bolinhas de gude;

· Corda Equilíbrio;

· Bambolê;

· Corda;

· Corre cutia;

· Toca do coelho;

· Amarelinha;

· Passa o anel;

· Peteca;

OUTRAS ATIVIDADES PARALELAS

· Show de talentos;

· Exposição de desenhos;

· Exposição de fotos;

· Desfile de modas;

· Painel de poesia;

· Jogral;

· Leitura de textos (Art. da Constituição Federal, Passagens históricas, etc.);

· Teatro.



MATERIAL

· Papel, tesoura, cola, lápis;

· Barbante;

· Canetinhas;

· Giz;

· Corda;

· Pedaços de madeiras;

· Sala de informática para pesquisa;

· Máquina fotográfica para registro;

· Embalagens recicláveis vazias.





DICAS:


- Sempre interagir com os alunos;
- Dinamizar ao máximo as atividades;
- Avaliar cada tarefa, sem deixar que as atividades se acumulem muito;
- Incentivar a participação dos professores e dos alunos em todas as fases do projeto;
- Ler sempre sobre o assunto;
- Explicar detalhadamente cada atividade;
- Se colocar sempre a disposição para eventuais dúvidas;
- Acompanhar sistematicamente o desenvolvimento do projeto.



METODOLOGIAS E ESTRATÉGIAS

Inicialmente o assunto será introduzido para os alunos, após interação e conversação os alunos serão levados á sala de informática para pesquisar sobre o tema, sendo o material anteriormente estabelecido e escolhido adequadamente. Exemplo: Slides com imagens e escritas com letras grandes, após acesso ao material, sentá-los em roda para nova troca de experiências, sendo que agora os alunos possuem um conhecimento mais amplo sobre o tema. Montar em sala coletivamente questionário para entrevista com os pais ou avós, leitura e exposições das entrevistas, produção de texto, ilustração de uma brincadeira que conheceu, atividade externa: Brincadeira – com algumas brincadeiras resgatadas brincar com os alunos configurando regras e regimento, expor a importância da atividade física e ao ar livre para a saúde, associando-as as habituais mais cômodas como TV, games entre outras, promover a confecção de brinquedos a partir de sucatas acentuando durante desenvolvimento medidas, operações matemáticas e educação ambiental, observar e comentar no ensejo valores, higiene, alimentação saudável, solicitar registro das experiências vividas a cada término da aula, motivar relatório oral para desenvolver expressão e desinibição.



AVALIAÇÃO

· Verificar o desempenho e interesse dos alunos na execução das atividades propostas;

· Verificar se a criança demonstra atitudes positivas ou negativas em relação às propostas e objetivos;

· Analisar o comportamento das crianças no que diz respeito ao relacionamento com as outras crianças e com as professoras e demais adultos que vivenciam a rotina da escola;

· Relação de competitividade e respeito aos companheiros (as).



BIBLIOGRAFIA
BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPOSTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasilia; MEC/SEF, 1998.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário